click the flag and translate

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
/div>
/div>

segunda-feira, 1 de março de 2010

Aspic, uma boa opção para os dias quentes




Um dos segredos de uma dieta de sucesso de longa duração é, de fato, encontrar formas de variar os ingredientes de baixas calorias - e necessários ao bom desempenho do nosso corpo -, usando receitas diferentes, agradáveis e gostosas. O aspic é uma dessas opções. Trata-se de uma gelatina salgada enriquecida com caldos e pedaços de legumes e/ou carnes diversas como peixe, frango, frutos do mar, charcutaria. Comporta ainda uma versão doce feita com frutas. É bonito, ótimo para o verão, pode ter os mais diversos sabores e formatos. Além disto é divertido e fácil de fazer e ainda exercita a nossa criatividade porque um bom aspic precisa ser bem decorado....
Com uma saladinha de folhas verdes, dá um ótimo almoço de dieta. E ainda serve para matar a fominha das horas incertas como mais uma opção do nosso estoque de emergência da geladeira. ( Um estoque de alimentos de baixas calorias variados e de fácil acesso é outro segredo importante da dieta de longa duração).
Segundo o Larousse Gastronomique , certamente a mais famosa enciclopédia de gastronomia do mundo, a origem da palavra “aspic” é incerta. Alguns dizem que vem de “asp” uma serpente de veneno gelado e gelatinoso -por causa disto antigamente os aspics tinham forma de cobra- mas o mais provável é que venha da palavra grega “aspis” que significa escudo. Embora pareça engraçado um “escudo” de gelatina, ela de fato “protege” os outros ingredientes. Seu principal divulgador foi o chef francês Antonin Carême, chamado o “cozinheiro dos reis e os rei dos cozinheiros” famoso pelos seus cuidados até excessivos na apresentação dos pratos.




Na verdade a gelatina do aspic, chamada “ aspic liquido”, é feita tradicionalmente do caldo gelatinoso, rico em colágeno,que resulta do cozimento de certas carnes, como pés e pedaços com pele de galinha ou cabeças de peixes, entre outros. A gelatina tradicional entra numa pequena proporção. O “aspic liquido”, é usado na preparação de aspics, claro, de musses, terrines, e galantines e também para dar brilho às carnes e aves Como estamos cortando calorias vamos usar apenas a gelatina comum nos nossos aspics.
Mais uma informação: galantines são muito parecidas com aspics, mas a proporção de carne é muito maior (mais de 90%) e costumam ser enriquecidas com ingredientes mais “engordantes”, como creme de leite. Mas vamos dar aqui também receita de galantine diet.
As variações de aspics são inúmeras. Podem ser usados os mais diversos legumes, cozidos e cortados em pedaços. A água quente que se coloca usualmente para dissolver a gelatina sem sabor é substituída por caldo de legumes ou de frango bem temperados. Coloca-se uma camada fina de gelatina na forma (que pode ter qualquer formato, de tamanho grande ou individual).
Levar para gelar até ficar mais consistente (cerca de 20 minutos).Colocar, então, uma camada de fatias de ovos cozidos, azeitonas picadas, pedaços de legumes, salsinha, etc, de forma decorativa. Apertar levemente e deixar gelar novamente por cerca de 20 minutos. A partir dai duas opções: colocar todos os ingredientes misturados e jogar a gelatina entremeando bem e levar para gelar ou continuar camada por camada, uma de gelatina outra de ingredientes até o final. É só uma opção de apresentação. A última camada deve ser de gelatina.
Para desenformar passe uma faca molhada em água em torno da forma ou coloque-a ligeiramente em água quente e vire. Ou use uma forma de torta com as laterais removíveis.
Em tempo: o ágar-ágar substitui a gelatina e tem a vantagem de dispensar a geladeira. É feito de algas e pode ser encontrado em lojas de produtos japoneses ou pela internet. Siga as instruções da embalagem substituindo a água pelo caldo de legumes ou frango.
Vamos às receitas:
Aspic de legumes
1 envelope gelatina incolor (sem sabor) ou 2 folhas de gelatina branca
250 gramas peito de frango cozido e picado
2 xícaras de buquês de couve-flor cozidos
2 cenouras cozidas e picadas
1 xícara de palmito picado
1 xícara de pepino em conserva cortado em rodelas finas
1 ovo cozido cortado em fatias

1 copo de caldo de legumes quente
1 copo de caldo de legumes frio
Quatro azeitonas picadas

Dissolver a gelatina de acordo com as instruções da embalagem substituindo a água que se usa tradicionalmente pelos caldos de legumes. Colocar uma fina camada da gelatina em uma forma redonda com 25 cm de diâmetro e levar à geladeira por cerca de 20 minutos.
Tirar e decorar com rodelas de legumes, fatias de ovos e azeitonas para decorar e mais uma fina camada de gelatina. Levar de volta à geladeira até ficar firme. Misturar os legumes, o frango e o restante da gelatina. Espalhar sobre a primeira camada. Levar à geladeira por aproximadamente 3 horas, para ficar bem firme. Desenformar, decorar e servir.
OBSERVAÇÕES;
1-qualquer um dos legumes pode ser substituído por outro de sua preferência. Use a criatividade
2- o frango é opcional. Pode-se fazer aspic apenas com os legumes
3-O ovo e a azeitona da decoração também são opcionais. Use sua criatividade aqui também
4-a carne de frango pode ser substituída por mortadela light de peru ou frango, salmão, atum, camarão ou um mix de frutos do mar.
5- Pode se usar quantos tipos de legumes quiser (uma boa opção para limpar a gaveta da geladeira) ou apenas um tipo: o aspic de tomate-ver receita-é muito gostoso.

@@@@@@

.
Aspic de tomate

6 tomates bem maduros
3 xícaras de caldo de legumes
1/2 limão
1 pacote de gelatina incolor ou duas folhas de gelatina sem sabor
Sal
pimenta-do-reino
salsinha
Pelar os tomates em água fervente. (É só colocar os tomates inteiros por 30 segundos na água fervente para se conseguir retirar a pele com facilidade). Picar os tomates e retirar as sementes. Bater no liquidificador com 1 xícara de caldo de legumes. Temperar com sal e pimenta do reino. Preparar a gelatina de acordo com as indicações da embalagem substituindo a água pelo caldo de legumes. Misturar ao tomate batido no liquidificador e levar para gelar.
@@@@@

Aspic Havaiano (aspic doce de frutas)


2 xícaras de abacaxi cortado em pedaços pequenos
1 mamão papaia
1 melão bem maduro
Folhinhas de hortelã
1 gelatina em pó diet de tangerina
2 colheres (sopa) de adoçante dietético para forno e fogão
Use um boleador (instrumento para cortas em forma de bolinha) para cortar o melão e o papaia, misture-os com o abacaxi

Prepare a gelatina seguindo as instruções da embalagem e acrescente duas colheres de adoçante para forno e fogão
Coloque as frutas mina tigela molhada e revolva misturando com as folhas de hortelã picadinhas

Despeje a gelatina e leve à geladeira até endurecer

Mergulhe a tigela em água quente rapidamente e vire no prato de servir


@@@@@
E, agora, uma galantine, a prima do aspic.
Galantine de peito de peru ou frango
2 peitos de peru ou de frango cozidos e desfiados
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
½ litro de caldo de galinha
2 ovos cozidos cortados ao meio no comprimento
1 tomate em rodelas
Preparar a gelatina conforme as instruções da embalagem substituindo a água pelo caldo de frango. Numa forma molhada colocar metade da carne de frango (ou peru). Por cima colocar uma camada com os tomates, o ovo e a salsinha. Colocar o restante da carne. Envolver com a gelatina e levar a geladeira até gelar. Colocar a forma rapidamente em água quente e virar sobre um prato para desenformar.

Um comentário:

Guilherme disse...

Certamente algo muito saudável. Sem contar que é um prato muito belo.

Guilkherme